quinta, 21/02/2019

UFC 234: Anderson Silva perde com dignidade para o ‘fã’ Adesanya em grande luta

10/02/2019 - 09:34 - Esportes

Compartilhe:
UFC 234: Anderson Silva perde com dignidade para o ‘fã’ Adesanya em grande luta

Brasileiro resistiu bravamente à sua \\\"versão mais jovem\\\" (Anthony Geathers/Getty Images)

 

Anderson Silva não venceu, mas deu um verdadeiro show em seu retorno ao octógono após dois anos afastado. Aos 43 anos, o ídolo brasileiro do MMA foi derrotado por decisão unânime da arbitragem pelo nigeriano Israel Adesanya, seu fã confesso e apontado como a versão mais jovem do “Spider”, tanto por sua qualidade quanto por carisma, na luta principal do UFC 234, na Arena Rod Laver, em Melbourne, na Austrália, na madrugada deste domingo, 10.


O evento teria como luta principal a disputa do cinturão peso-médio entre o atleta local Robert Whittaker, que defendia o título, e o americano Kelvin Gastelum. No entanto, Whittaker sofreu uma hérnia de abdômen no dia da luta e teve de ser hospitalizado; Gastelum ficou com o cinturão, apesar de o UFC ainda não tê-lo oficializado como campeão.

  

Diante da decepção pela ausência do ídolo local, Anderson e Adesanya protagonizaram um grande espetáculo. O brasileiro não lutava desde fevereiro de 2017, quando venceu Derek Brunson no UFC 208, pois foi suspenso pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada, na sigla em inglês) ao ser flagrado em exame antidoping no fim daquele ao. Mas demonstrou boa forma física, além da irreverência e qualidade de sempre.


Adesanya, atleta de 29 anos e dupla nacionalidade (nigeriana e neozelandesa), já era tratado como uma das maiores promessas do MMA e confirmou seu favoritismo diante do ídolo, e se manteve invicto no MMA, com 16 vitórias , sendo 13 por nocaute. Ao fim da luta, Adesanya disse que lutar contra o ídolo Anderson era como “jogar basquete contra Michael Jordan”. E se credenciou a lutar pelo cinturão dos pesos-médios.

 

Fonte: VEJA