segunda, 25/03/2019

Jovem que se envolveu em acidente com Van que presta serviços à prefeitura de Patos quer assistência

10/01/2019 - 10:56 - Gerais

Compartilhe:
Jovem que se envolveu em acidente com Van que presta serviços à prefeitura de Patos quer assistência

Jovem José Laylson Brilhante Dutra

 

José Laylson Brilhante Dutra tem 24 anos e foi uma das vítimas do acidente que envolveu a Van da prefeitura de Patos em maio de 2018, com uma motocicleta de um mototaxista na entrada da cidade, próximo ao Restaurante o Rancho.

 
 
A vítima, que hoje está com o pé esquerdo com pinos e numa gaiola de ferro, também ficou com sérios problemas na cabeça devido a uma pancada que sofrera, após isso, ele passou a ter convulsões. O rapaz ficou 20 dias em coma.


Laylson trabalhava no Matadouro Público de Patos como ajudante onde passou três meses, e antes, em uma fábrica de cadeiras, mas, com o acidente, tudo ficou complicado, pois, ele não tem como trabalhar para pagar os medicamentos, fazer a feira, pagar aluguel da casa e sustentar o filho de pouco mais de um ano de idade. Ele contou a reportagem do patosverdade.com que está contando com a ajuda de amigos e desconhecidos.


De acordo com Laylson já são mais de oito meses deitado em uma cama sem solução de cirurgia. Houve demora na colocação dos ferros em sua perna realizada em 22 de dezembro do ano passado no Hospital de Trauma de João Pessoa. Ele  reclamou que não houve ajuda por parte da prefeitura de Patos que nem um carro cedeu para o paciente se deslocar de João Pessoa para Patos. A família se reuniu e juntou pouco mais de R$ 300,00(trezentos reais) para pagar o veículo.


"Eu não podia vir de Van e tinha que ficar com a perna estendida. Nem tentaram vaga pra mim em Campina ou João Pessoa, foi tanto que ficaram só colocando fixador , colocaram três fixadores e nada de resolver", reclamou. Ele ainda contou a nossa reportagem que embora o acidente tenha envolvido a Van da prefeitura, representantes desta foram até sua casa, mas, não falaram nada. "Não falaram nada. Eu fui pra consulta com o próprio Dinaldinho e ele falou que fazia essa cirurgia minha, botava qualquer tipo de placa e, tirando isso, ele é um ortopedista e isso ai era pra ele ter feito", disse.


Por cinco meses, o osso do membro inferior ficou exposto, causando uma batéria na perna do rapaz.

4524772d-3176-484d-93cf-c60c2bd062ec
 

A vítima está tomando os remédios amoxicilina e carbamazepina que, segundo ele, são caros e ele tem dificuldade para comprar. O rapaz ficará com sequelas na perna. "Como o próprio médico disse, se eu ficar bom dessa perna, ia ficar com o tornozelo meio duro porque está fazendo tipo uma descolação de um canto para o outro do osso", explicou. Ele ainda explicou que chegou a ficar nove dias internado no Hospital regional de Patos para realização da cirurgia, porém, não foi feita. Devido  a isso, ele acredita que tenha adquirido a bactéria.


Laylson pede ajuda já que está passando por dificuldades financeiras. Ele disse que, caso alguém queira ajudá-lo pode ir até a sua casa que fica localizada na Rua Severino Dantas, nº 75, Vila Mariana, na Cruz da Menina, em Patos, ou em caso de ajuda financeira pode ser feita através de sua conta na Caixa Econômca Federal (caixa fácil). Agência 4982 op 013 Conta: 00005582-7 José Laylson Brilhante Dutra.


O acidente aconteceu por volta das 18h30 do dia 10 de maio, em um trecho da BR-110 quando os veículos, a Van e uma motocicleta, seguiam no mesmo sentido, Cruz da Menina/Centro da cidade de Patos.


A Van que presta serviços à Prefeitura de Patos colidiu de frente com a motocicleta, que, de acordo com o motorista da van, Everaldo Cavalcante, transportava duas crianças e dois adultos, que ficaram gravemente feridos. 


Na ocasião, José Laylson Brilhante Dutra ficou gravemente ferido e pede que a prefeitura o ajude, pois, ele não tem nenhum benefício.


93efd456-a551-400d-ada5-64a0a98f7d4e

f8100c18-4309-4b04-bf35-05ee2ee82d3a

Fonte - Acilene Candeia / Patosverdade.com