sábado, 20/07/2019

Líder do PR, Wellington Roberto ameaça retaliação ao governo Bolsonaro no Congresso Nacional

25/03/2019 - 12:26 - Política

Compartilhe:
Líder do PR, Wellington Roberto ameaça retaliação ao governo Bolsonaro no Congresso Nacional

Líder do PR, Wellington Roberto ameaça retaliação ao governo Bolsonaro no Congresso Nacional

 

Irritados com a falta de articulação política do governo Bolsonaro e com a reação do PSL nas redes sociais à prisão do ex-presidente Michel Temer, deputados do centrão ameaçam retaliar o governo no Congresso Nacional.


Parlamentares do PP, PRB, PR e DEM, além de outras legendas, passaram a discutir a aprovação de um projeto que anula a isenção do visto para viajantes dos Estados Unidos que visitam o Brasil.


A isenção unilateral da exigência de visto para os cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro durante sua visita a Washington, no início desta semana.


O fato de a medida não ser acompanhada de reciprocidade —os brasileiros que viajam a esses países continuam precisando obter um visto— gerou críticas da oposição, que acusou o governo de se submeter aos interesses dos EUA.


Lideranças do centrão passaram a articular a derrubada do decreto de Bolsonaro, num recado contra a falta de articulação política do Palácio do Planalto.


“A decisão unilateral é esdrúxula. Não tem o menor sentido”, diz o líder do PR na Câmara, Wellington Roberto (PB). “É injusto abrir as portas para um país e não receber a reciprocidade.”


Desde a quinta-feira (21), o centrão aderiu a uma articulação da oposição para aprovar um projeto, apresentado pelo PSOL, que anula o decreto de Bolsonaro.


Os parlamentares querem votar, na próxima terça-feira (26), um requerimento de urgência que permita aprovar o texto do PSOL no mesmo dia.

 

Folhapress