quinta, 20/06/2019

Dr. Érico cobra solução para morte de empresário e quer intermediar diálogo entre PM e governo

11/06/2019 - 14:07 - Política

Compartilhe:
Dr. Érico cobra solução para morte de empresário e quer intermediar diálogo entre PM e governo

Deputado Dr.Érico

 

 

O assassinato do empresário Pedro Morais Medeiros Neto, de 38 anos, na noite do último sábado (8), em Guarabira, levou o deputado estadual Dr. Érico Djan (Cidadania) a se pronunciar na tribuna da Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira (11).

 

Ao mesmo tempo em que o parlamentar lamentou a morte do empresário, natural de Patos, Érico também cobrou uma solução para o crime e se colocou à disposição da Polícia Militar para lutar pelas demandas da categoria e fortalecer, assim, a segurança pública do Estado.

 

“Venho aqui lamentar a forma como foi tirada a vida de um jovem, de um pai de família de 38 anos, que saiu de casa, em Patos, para trabalhar em Guarabira, onde foi violentamente executado”, narrou Dr. Érico.

 

“Gostaria que olhássemos para a nossa segurança, para o mundo que estamos vivendo hoje, afinal, Pedro Neto deixou uma filha e um filho órfãos. Deixou mãe, deixou pai e uma esposa, que hoje mesmo nos pedia para que cobrássemos uma solução para um crime bárbaro como esse, afinal a polícia também tem o dever de dar satisfação a sociedade e que possa descobrir quem fez tamanha crueldade”, prosseguiu.

 

Ainda em seu discurso, Érico Djan agradeceu ao empenho dos colegas deputados Adriano Galdino, presidente da casa, e Walber Virgulino, assim como aos secretários Jean Francisco, da Segurança, e João Gonçalves, da Articulação Política, junto ao caso.

 

O parlamentar também revelou que foi procurado por policiais militares, que lhe pediram apoio aos pleitos da categoria, para rever a questão das horas extras, da situação dos efetivos e do risco de vida. entre outros. “Estou ao lado dessa categoria e tenho a certeza que o Governador João Azevêdo irá atender aos pleitos. Podem contar conosco para tratar dos pleitos. Estamos aqui para ser esse elo de diálogo e somar forças”, disse, ao elogiar o trabalho da Polícia Militar e parabenizando "os guerreiros da Rotam" pelos nove anos de atuação em Patos.

 

Érico também cobrou o aumento do efetivo da Guarda Municipal da Morada do Sol. "Temos visto o aumento da criminalidade, de assaltos em plena luz do dia, enquanto Patos, hoje, possui um déficit muito grande em sua Guarda Municipal, apesar de haver uma fila de concursados aguardando serem chamados", enfatizou.

 

ASSESSORIA